Manifesto de indignação


Ao povo brasileiro

Eu sou Arnaldo Mourthé, um cidadão brasileiro, como cada um de vocês. Venho a público para dizer da minha indignação com tudo que esse governo, um governo das trevas, vem fazendo conosco, povo brasileiro, e com a nossa Pátria, o Brasil.

Todas suas ações têm sido para quebrar a nossa vontade de cidadãos, com o objetivo de facilitar a realização de um projeto que nada tem a ver com o Brasil e seu povo. O projeto deles é demolir nosso Estado, nossas Instituições, e quebrar nossa vontade, nossa dignidade. Você, meu concidadão, pode perguntar: para que?

Para entregar nosso destino a um pequeno grupo de egoístas genocidas, que querem nos transformar em uma colônia. Passaríamos a trabalhar para produzir o que lhes interessa, para que eles lucrem nas suas transações com o mercado mundial.

Para isso, eles estão destruindo o Estado brasileiro e seus serviços públicos, e retirando de nós direitos, que garantem a nossa sobrevivência e a nossa condição de cidadãos, aqueles que têm direitos e deveres. Querem nos transformar em servos, talvez em escravos. Escravos que nada lhe custam e, portanto, descartáveis.

A nova “Lei” trabalhista deles, nem é Lei, porque se submete ao “acordo” com o patrão, que coloca o trabalhador submisso à sua vontade, aos seus interesses. A “Lei” que querem para a Previdência Social promete uma aposentaria para uns poucos sobreviventes, porque a maioria terá morrido antes da idade mínima para usufruir dela.

Estão também vendendo o patrimônio nacional e concedendo todo o serviço público à exploração privada. Se deixarmos, vão destruir nosso país. Não teremos um país para deixar aos nossos descendentes. O que eles pensam que nós somos? Cordeiros? Idiotas? Covardes? Estão enganados. Eles são soberbos. Pensam que podem tudo. Mas nós temos nossa dignidade. Esquecem que temos uma Pátria, que devemos defender e que foi constituída para nos defender. Somos cidadãos. O poder é nosso, do cidadão. O governo que aí está é impostor. Não foi eleito pelo povo e não tem votos.

Eles querem fazer a reforma da Previdência Social e destruir o Brasil e nossa Sociedade, nossa Comunidade. Mas nós, queremos que eles saiam! Se não for por bem, que o façamos através das ruas, pacificamente, com a pressão da nossa vontade. Mobilizemo-nos. Não deixemos que eles destruam nossa Pátria e nos escravizem.

Não quero nada para mim. Tenho 81 anos bem vividos, com muitas lutas em defesa do Brasil e do povo brasileiro. Mas tenho a obrigação de defender meus descendentes e os de todo o nosso povo.

Não à reforma da Previdência! Fora o governo Temer!

Rio de Janeiro, 17/12/2017

Comente você também

Name (necessário)

Email (não será exibido) (necessário)




10, outubro 2018 10:18

Porque o Xerife não pode ser presidente do Brasil

06, outubro 2018 13:59

Em defesa da vida e da dignidade humana

03, outubro 2018 11:07

Seu voto pode eleger seu inimigo!